Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

quinta-feira, 14 de abril de 2011

O Teatro na Igreja e na Escola Bíblica - I

O Teatro e o Teatro de Bonecos na Escola Bíblica - I

Já tendo declarado anteriormente que teatro e teatro de bonecos são da mesma familia, e sendo uma pessoa com fortes laços ao teatro, não poderia me furtar a gastar algumas linhas com este tema dentro da escola bíblica. Daqui a pouco retornamos aos bonecos.
Entendo que o teatro encontra-se profundamente relacionado ao processo da real percepção. Alvaro Apocalypse dizia que as  formas iniciais do teatro teriam se desenvolvido  paralelamente aos ritos, cerimoniais e cultos. Afirmando até mesmo  que os símbolos subjetivos dos rituais religiosos  seria um grande teatro. como sabemos o teatro é uma atividade que está submetida às leis do desenvolvimento social do grupo, é, também um meio de comunicação para o homem e para a sociedade. No aspecto moderno do teatro, ele serve, não somente ao lazer, critica, ou retrato da sociedade, como as práticas educativas e de formação da personalidade do educando. 
A criança livre de pressões, ou cobranças, tende a espontaneidade, e os educadores, podem e devem proporcionar meios para que suas capacidades de expressão se desenvolvam, contribuindo para a formação integral de sua personalidade. Essa é uma obrigação também dos Educadores de Escolas Bíblicas.
Muito se reclama nas salas de Escolas Bíblicas (EB), o pouco tempo  de contato com a criança. Daí, a necessidade do professor da EB  potencializar esse tempo, dando a elas o que realmente necessitam para um crescimento saudável em todos os aspectos (mental, social, espiritual). E se possível incutir nos pais, a possibilidade de uma escola secular cristã, que já encontramos com alguma facilidade nos dias de hoje, oferecendo um ensino compromissado com Cristo, de qualidade, e próximo da profilaxia das doenças amorais seculares.
Ao ato da criança manifestar-se espontaneamente em meio a jogos, e brinquedos e amigos imaginativos chamamos criatividade. E já que não podemos ensinar criatividade, podemos ao menos viabilizar situações,  tirando o máximo da capacidade criadora da criança utilizando em seu próprio proveito no aspecto sociabilizante e intelectual do processo ensino aprendizagem. Pode-se sim, ensinar técnicas.
A capacidade de sonhar e portanto criar, faz parte do eu do indivíduo, sendo tão importante quanto sua capacidade intelectual. Podemos dizer que uma pessoa alijada da capacidade de criar é uma pessoa incompleta quanto indivíduo; incapaz de se relacionar por completo com o meio. É na infância, sobretudo na primeira infância, através da criatividade em jogos dramáticos naturais, que se molda a capacidade de se interagir com a sociedade.
O teatro é um meio de se canalizar o processo criativo da infância. Dar asas a imaginação. A manipulação de objetos, os esforços de interpretação, a maneira de diferenciar-se no meio ambiente são manifestações do pensamento criativo. Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário