Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida em Coelho da Rocha.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O Teatro na Bíblia

natanesimoneAlgum tempo atrás,  palestrando sobre o tema: “O teatro na evangelização” usei o texto o qual chamei de O TEATRO NA BÍBLIA, como introdução, o qual compartilho abaixo.

Quando Fernanda (professora de artes cênicas e diretora teatral) convidou-me para estar com os irmãos, conversando sobre o teatro e a evangelização, pensei: tenho que falar de Paulo. Amante das artes como era, nenhum exemplo melhor do que Paulo para apontar que o preconceito que existe em relação à arte cênica na igreja, nada mais é que de fato preconceito. Mas, pesquisando na net, deparei-me com o artigo do mano Leandro Torraca do blog http://teatroalegrate.blogspot.com. Onde ele nos lembra o grande dramaturgo que é Deus. E como exemplo nos aponta uma passagem de Ezequiel no capitulo 12 onde ele encena uma mensagem de Deus ao rei Zedequias. Um teatro por assim dizer, profético. Mas, Torraca diz: “Eis aqui os primórdios do teatro usado na evangelização. A arte de representar não foi simplesmente algo desenvolvido pelo homem para expressar idéias vãs. É um dom de Deus que tem o propósito (...) de mostrar ao ser humano as suas origens, o seu papel neste mundo, e a vontade do seu Criador para com seus filhos.”
Mas, o assunto em voga aqui não é teatro profético, se bem que  toda ação evangelística é uma ação profética. O tema é o teatro na evangelização, e onde entra Paulo nisso? Paulo não era dramartugo. Paulo era um homem culto, que não temia usar todos seus conhecimentos culturais a favor do evangelho, o teatro inclusive. Assim vemos que Paulo, bom conhecedor da cultura secular cita Menandro em 1 Coríntios 15:33. “As más conversações corrompem os bons costumes”.  Ou seja, Paulo coloca Menandro na bíblia.
E, quem era Menandro? Menandro, que viveu entre 342 a 291 a.c nada mais era do que o principal autor da comédia nova, última fase da evolução dramática Ateniense. Esse tal menandro escreveu mais de cem comédias. Paulo colocou um comediante na bíblia.
Paulo, também gosta de poesia. E entre outros ele cita Epiménedes (Tito 1.12). interessante que Paulo cita um trecho do poema Phaenoma de Arato, que diz respeito a Zeus, com a intenção de converter os atenienses ao Deus verdadeiro. (Atos 17.28). O texto original diz assim:
"Comecemos com Zeus, sobre quem nós, mortais, deixarem de falar.
Cada rua e cada praça estão plenas de Zeus.
Até o mar e os portos estão cheios de sua divindade.
Tudo o que existe é por causa de Zeus.
Nós somos descendência dele."
Paulo, não tinha vergonha de conhecer a cultura de sua época, principalmente quando isso facilitava a integração com seus ouvintes e facilitava a comunicação do evangelho. E é assim que penso que devemos ver o teatro na igreja, e na evangelização, um facilitador da comunicação do evangelho.

Um comentário: