Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Olhando Adiante

Queridos irmãos,
Fim de ano. Olhamos para trás. E é bom fazer uma retrospectiva e vermos como Deus nos transforma em cooperadores nas vidas a qual tivemos oportunidade de ministrar o evangelho através do nosso trabalho, atitudes, uma palavra de alento, uma oração.
Vimos uma pessoa voltar à casa do nosso Pai Celeste e oficializar sua união (cartório e igreja). E, vimos Carla, nossa vizinha deixar o espiritismo, rendendo-se aos pés do Senhor. Ore por ela.
Sarah venceu mais um ano na escola. A escola aqui é das 19:00 às 23:00 hs, próxima a uma comunidade perigosa. Contamos com suas orações por sua segurança. Já, Sophia Hanna de 06 anos, estará iniciando o primeiro ano na escola.
Temos visto nas ilhas e beiradas dos rios reflexos de nosso trabalho aqui na base da MEAP. E isso é fruto do seu sustento financeiro e oração. Muito obrigado por interceder por nós.
Inicio de ano, olhamos para frente. E, olhando para frente, vemos o desafio de alcançarmos comunidades que ainda não escutaram do Evangelho. E, esta é uma tarefa que nos impele a olhar com os olhos de Cristo e ver que: "A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros". E, fazendo esta constatação, podemos ouvir a voz dEle nos dizendo: "Rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara". Nosso desejo de Ano Novo é que você nos acompanhe nessa oração por mais obreiros ao menos por uma semana. Peça isso uma vez ao dia: "Senhor envie mais obreiros para trabalhar com a MEAP". Sei que o Pai te ouvirá.
Quanto a nós, temos algumas necessidades, mas confiamos que aquele que veste tão bem os lírios do campo, as suprirá em seu devido tempo. Pedimos aos irmãos que roguem por nossa saúde, visto que temos tido alguns problemas devido à dificuldade de nos aclimatarmos e a saúde pública aqui na ilha é muito precária.
Confiamos que aquele que é poderoso para fazer muito mais do que aquilo que pedimos, saberá lhe recompensar em todo o ano que começa.
Temos um pouco mais da metade dos recursos para o carrinho. Podendo contribuir utilize o banco Bradesco, agencia 0876-1 conta corrente 2264-0.
Somos gratos a Deus por tê-los conosco em nossa caminhada missionária.
Natanael, Simone, Sarah e Sophia Hanna

sábado, 11 de dezembro de 2010

Desejo de um natal cristão

Queridos irmãos,
Aproxima-se o final do ano e a mídia já começa a nos impregnar de falsas necessidades com o desejo consumista. Nossas crianças são impelidas a pedir e a pedir, e muitas pessoas vão além de suas forças para tentar satisfazer necessidades inexistentes enchendo-se de carnês para o ano que se inicia.
Não digo que não devemos nos deixar impregnar do espírito natalino, mas que seja de fato o espírito natalino e não o espírito do comércio do natal, que espera um crescimento de X% nas vendas desse ano. Afinal o que eles esperam é que troquemos nosso celular que funciona perfeitamente, por outro, mais moderno (só para exemplificar).
Penso que o verdadeiro espírito natalino está cheio da alegria da vinda de Cristo ao mundo e deve conter em sua comemoração ações daquilo que Jesus deseja para a humanidade.
Entre os muitos ensinamentos a seus discípulos, Jesus compartilhou com eles, e isto nos inclui, um pedido que eles deveriam fazer ao Pai. Ele constata: “A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros” e pede: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara”.
Este é nosso pedido nesse natal, que o Senhor envie obreiros para a Sua seara. Estamos vislumbrando e sonhando com uma grande ceifa no Amapá, mas para isso necessitamos, e muito, de trabalhadores.
Nosso pedido de natal é basicamente este: Que de agora até o natal, você nos acompanhe nessa oração por mais trabalhadores. Peça isso uma vez ao dia: “Senhor envie mais obreiros para trabalhar com a MEAP”.
Quanto a nós, temos algumas necessidades, mas confiamos que aquele que veste tão bem os lírios no campo, as suprirá em seu devido tempo. Pedimos aos irmãos que roguem por nossa saúde, visto que temos tido alguns problemas devido à dificuldade de nos aclimatarmos e a saúde pública aqui na ilha é muito precária.
Confiamos que aquele que é poderoso para fazer muito mais do que aquilo que pedimos, saberá lhe recompensar em todo o ano que começa.
Somos gratos a Deus por tê-los conosco em nossa caminhada missionária.

Natanael, Simone, Sarah e Sophia Hanna
Dezembro/2010

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Segurando a Corda

Domingo saímos da ilha.
Colocamos o fusquinha na balsa e fomos à igreja Batista de Vila Jóquei na cidade de São Vicente, a primeira cidade do Brasil. Fomos representando a MEAP (www.meap.org.br). É sempre uma alegria para a MEAP, ter a oportunidade de demonstrar pessoalmente gratidão aos parceiros que Deus designou na missão de levar o evangelho aos pescadores artesanais de ilhas litorâneas e ribeirinhos.
No caminho nosso laranjinha, (como carinhosamente chamamos o fusca), nos assustou. Ao parar em um sinal, prendeu em uma marcha e se recusou a andar. Com muita dificuldade ele recuperou-se. Apesar desse contratempo chagamos na hora prevista. Gloria Deus!!!
A igreja, com sua simplicidade nos recebeu com muito carinho. O culto voltado a missões contou com uma participação teatral que apresentou um esquete ao qual eu poderia dar o nome de [Segurando as Cordas]. Mostrava duas igrejas que se comprometeram em enviar missionários ao campo e em segurar as cordas, intercedendo e sustendo financeiramente. Ao final, mostra-se o resultado da igreja que perseverou até o fim e aquela  que abandonou seu missionário no meio do caminho.
Ainda sob o impacto dessa mensagem visual, apresentei a igreja um PowerPoint sob o mesmo tema. Ao qual chamei de Onde Você Está na Expansão do Reino. Quem me cedeu a imagem foi a Fernanda Campelo da Cia Teatral Kerygma de Mesquita-RJ.
Depois, usando o texto em João 18:37,38 refletimos sobre a Verdade que é Cristo, Jesus, e como a Bíblia nos trata de Cooperadores da Verdade (III João), quando nos envolvemos ativamente em colaborar para a expansão do reino. Deixando claro, que dessa forma nos tornamos cooperadores de Deus. (O que para mim, é um mistério).
O culto terminou um pouco antes das 21:00hs, mas, já eram quase 22:00hs quando saímos de lá, e o pátio continuava cheio.
A bordos do laranjinha, teria sido uma volta tranqüila, se não houvéssemos perdido a 1ª, 2ª e 3ª marcha. Então era uma graça cada vez que parávamos no sinal, ter que sair de 4ª.
Continuamos orando por um carro menos usado. Além de não termos mecânicos confiáveis na ilha, já encontramos alguns que não trabalham com carros tão antigos. Ainda que não seja fundamental para nosso servir a Deus, é uma ferramenta útil, para o nosso deslocamento.
Bem, de qualquer forma, chegamos alegres em casa. Simplesmente pelo fato de termos conhecido tantos irmãos direcionados a expansão do Reino. Damos glórias a Deus.
E você, onde se encontra na expansão do Reino? Veja o PowerPoint, e descubra sua posição.

Natan

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Amor de Atitudes


A paz amados. Estivemos representando a MEAP, www.meap.org.br  no I Simpósio Missionário, sobre o tema "A Missão é Integral?", na Igreja Presbiteriana Independente do Guarajá.
Quem esteve desenvolvendo o tema proposto foi a missionária Bugra, fundadora do projeto Siloé. Uma missão interessada em atender dependentes químicos e alcoolistas, portadores do vírus HIV com doenças provenientes de baixa imunidade, e atender também os seus familiares, apoiando-os na superação da dependência de substâncias psicoativas e na melhoria da qualidade de vida. Saiba mais em http://siloe.org.br/  ou projetosiloe@hotmail.com.
Nossa irmã Bugra nos deu uma verdadeira aula de missão integral com o testemunho de seu ministério. Realizando trabalhos com hippies, dependentes químicos e aidéticos.
A MEAP, teve a oportunidade de agradecer a IPI Guarujá pelo apoio que tem nos prestado aos longos de nossos 25 anos de história. Mostramos uma apresentação em PowerPoint sobre a base no Maranhão e montamos um stand com fotos, prospectos de diversos Campos, artesanato da Ilha Comprida e um barco de madeira, como o dos pescadores artesanais, que buscamos evangelizar e servir como demonstração do amor de Cristo.
Com base em Provérbios 3.27 ...“não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando em tua mão fazê-lo”, nossa irmã Bugra conclamou a igreja a amar não só de palavras, mas de atitudes. Aliás disse ela que isto é um dever cristão. Amar não só com palavras, mas, com atitudes.
E, eu  conclamo a você que está lendo esta carta a amar com atitudes, fazendo com que Cristo seja cada dia mais e mais conhecido.
Interceda por missões. Ore por missões. Colabore com missões. Se você não sabe como fazê-lo, pergunte a Ele.
Natan

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Carta de Agosto

Queridos irmãos

São reais em nós as palavras de Paulo. De fato damos graças a Deus por tudo que recordamos de vocês, fazemos sempre com alegria e gratidão, súplicas por vocês em nossas orações pela vossa cooperação no evangelho desde que iniciaram nesta caminhada conosco, digo, a de pregar o evangelho a povos e comunidades isoladas.

Já caminhamos pelas matas do quilombo, pregando o evangelho, entregando literatura, mapeando a população e trilhas, fazendo ações de saúde, ensinando a ler e lendo as escrituras para eles.

Já caminhamos no interior de São Paulo e do Paraguay, pastoreando igrejas, capelaniando escola, treinando líderes e, incentivando os locais a evangelizarem.

Já caminhamos no Rio com diversas metodologias de Evangelismo, treinando e incentivando o uso de metodologias que muito auxiliam aqueles que a elas se adaptam. Esta semana aprendemos mais uma ferramenta na forma de Alfabetização.

Estamos caminhando com a MEAP, (meap.org.br), que já possui trabalhos em ilhas da Bahia, São Paulo, Maranhão e Amapá. Trabalhos como evangelismo, implantação de igrejas, creches, desenvolvimento comunitário, treinamento da liderança local, reforço escolar, e tantos outros que demonstram o amor de Cristo e abrem oportunidades para pregação do evangelho.

Somos gratos a todos vocês que vem partilhando conosco lutas e vitórias. Temos sempre esperança de tê-los in loco, como já fizeram alguns no quilombo, no Paraguay, em São Paulo, e o fez agora, Cibele da Igreja Cristã de Nova Vida Abolição, que partilhou uma parte de suas férias conosco trabalhando no escritório da missão.

Temos pedido a Deus, um veículo menos velho. Teremos de fazer várias viagens no próximo ano, e precisamos de um veículo que não queira visitar tanto o mecânico como nosso fusquinha anda querendo. Em verdade temos andado muito embaixo de sol e chuva, (parece que aqui nunca chove menos de uma semana), e aqui é muito carente de oficinas mecânicas.

Caso você possa colaborar para essa aquisição, por favor, entre em contato com adm@meap.org.br, e solicite um boleto para este fim..

Somos gratos a vocês, pois tocam a Deus com suas ações e orações, e Ele responde nos permitindo realizar tantas coisas em Seu nome, que sem Ele, não poderíamos fazer.

Pedimos que a graça, a paz, as misericórdias e as bênçãos do Senhor sejam sobre todos vocês.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Servindo por meio da MEAP

Queridos irmãos.

Ministério

Iniciamos nosso ministério junto a MEAP – Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores, em fevereiro deste ano. Apesar de sermos as flechas que vocês enviaram ao campo missionário, temos agido como uma sebe tanto para os missionários como para os diversos projetos alavancados.

Tão logo chegamos, antes mesmo de desfazer as malas, ligamos o computador e preparamos gráficos e apresentações para uma equipe de irmãos canadenses predispostos a auxiliar o trabalho de evangelização no Amapá, região do baixo Amazonas. Que alegria imensa saber que nosso trabalho contribuiu para transformar a predisposição em ação. Nossos irmãos do Canadá concordaram em enviar recursos para o projeto no Amapá. São 400 comunidades ribeirinhas que desejamos alcançar. Já posso ver o impacto que o evangelho causará nessas comunidades.

Temos conseguido nos relacionar bem com a equipe de trabalho, todos têm contribuído para que nos integremos bem ao grupo.

Família

Estamos nos adaptando bem à cultura local, mas já cometemos algumas gafes com alguns termos locais. Nosso Brasil é lindo com sua diversidade cultural.

A cidade está sofrendo uma epidemia de dengue. Agradeço a Deus pela saúde das meninas que não foram tocadas. Peço que continuem orando por nossa saúde.

Sarah completou 15 anos, 21 de maio, e está estudando no turno da noite (19h às 23h). Sophia Hanna também está estudando.

Pedimos que orem:

§ Pela adaptação das meninas e nosso convívio com nossos companheiros no ministério e igreja local;

§ Para que o Senhor, a cada dia, nos oriente, dirija e nos dê sabedoria em tudo que colocar em nossas mãos e que tenhamos sensibilidade para ouvir a Sua voz e realizar a Sua vontade;

§ Para que, ainda este ano, se for da vontade do Senhor, Simone consiga tirar a carteira de motorista.

Amados, muito obrigado por remarem conosco, lado a lado. Com vocês nossas braçadas são mais potentes para alcançarmos o coração de nossos futuros irmãos na fé.

Em Cristo,

Natan, Simone, Sarah e Sophia Hanna

Maio/2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Qlombola, não mais

Qlombola, não mais?

Quilombos era o nome comum das comunidades de negros fugitivos das senzalas, que se formaram no meio das matas em vários pontos do Brasil, no período da escravatura. O mais famoso deles foi o quilombo dos Palmares.

Hoje, são muitas as comunidades remanescentes de quilombos. A importância dessas comunidades para a nossa história encontra-se diretamente ligado ao seu grau de isolamento e preservação da cultura dos negros escravos. Um desses muitos “quilombos” de importância para o país é o “quilombo” Kalunga. Em muitos quilombos ouvimos dialetos afro; Latin arcaico e português arcaico.

Essas informações são apenas para situá-lo no porque “qlombola, não mais”. Adotamos este e-mail, quando trabalhávamos no quilombo Kalunga no projeto QuiVida, ou seja, vida para o quilombo. Vimos o agir de Deus naquele lugar. Mas, o Deus que nos levou para lá, depois nos conduziu ao Paraguay, onde passamos dois anos O servindo de diversas maneiras. Continuamos hoje servindo ao SENHOR, só que na MEAP – Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores. (www.meap.org.br). Ou seja, o nome qlombola, já não reflete as nossas ações, na tarefa que o SENHOR nos designou na glorificação de Seu Nome, através da pregação do evangelho.

Agradeço por você ter nos acompanhado através de qlombola.multiply.com. Em breve estarei com um novo endereço para que possamos juntos pescar vidas para Cristo e levar Luz aos pescadores. Enquanto isto, não ocorre, estarei enviando diretamente para seu e-mail, nossos motivos de gratidão e petição ao Senhor, para que possamos nos alegrar juntos e caminhar juntos na evangelização dos povos.

Se por um acaso, nossos emails te são inconvenientes por algum motivo, e não queira mais recebê-los, basta clicar aqui que seu endereço será retirado de nossos cadastros.

Grato por tudo

Em Cristo,

Natanael e Simone Carvalho