Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Porque há tão poucos missionários transculturais? (2)

Uma outra questão que leva a uma longa demora da chegada dos vocacionados aos campos, além do longo e necessário treinamento, é o fato de que a maioria das juntas e igrejas deixá-os sós por sua conta e risco para encontrar mantenedores. Quer dizer, o candidato a missionário sai das fileiras da igreja, ou seja, do banco. Sendo que em grande parte das vezes, tem que deixar seu emprego para se preparar, já que a maioria dos modelos de treinamento atuais exige internato, quando não o translado de sua cidade para outra, e depois disso, ele só conta com suas próprias forças e seu meio de relacionamento para encontrar sustento. Praticamente, o candidato a missionário se torna um mendigo com o pires na mão, pedindo oportunidade de igreja em igreja ja que os recursos de seguro desemprego e rescisão em geral são gastos em seu período de treinamento, visto que ele e seus familiares continuam comendo, vestindo, estudando, pagando aluguel, ou condomínio, luz, combustível, água, etc..., Daí, muitas das vezes as pessoas fugirem de culto de missões, pensam elas: “Lá vem outro mendigo, [quer dizer, missionário] pedir dinheiro”. Quando ele [missionário], comove, emociona, os ouvintes, consegue por algum tempo uma participação momentânea, quando não, foi somente mais um missionário a falar de um povo carente da Palavra, cantar em um dialeto diferente, mostrar algo curioso.
Em geral o vocacionado Esbarra somente em um fato. Ainda que seja chamado e separado pelo Senhor que ouve a oração daqueles que se irmanam a Jesus e pedem os ceifeiros, ainda que seja treinado, ele ainda espera que seja enviado.
Mas, como será enviado? Será enviado por uma igreja que atende a emoção passageira, ou uma igreja racional, que sabe dar o fundamento de sua fé, um culto racional, e um servir racional ao Senhor. A emoção passa. A igreja racionalmente comprometida permanece com o obreiro durante os 04, 05 10 anos que este permanece no campo, a igreja emocionalmente comprometida em geral não supera o primeiro ano.
Quando o vocacionado diz ao Senhor “Estamos aqui Senhor, pode nos enviar”. Ele espera que a igreja faça a sua parte.
O Senhor chama, separa, prepara, treina nas agências, na vida, nas derrotas e nas vitórias. Os intercessores concordam com o Senhor Jesus que necessitamos de mais ceifeiros, afinal 1,22% é ridículo. E, os enviadores, enviam. Não mendigos, mas servos do SENHOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário