Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Do Afuá 3 – Eu Estou Vivo

Foi o maior acidente que eu já sofri do qual eu consigo me lembrar. E, parece que a sensação de ser eletrocutado será para mim inesquecível. È horrível.
O mais interessante é que eu não iria mexer em eletricidade e sim com água. Coloquei as botas de borracha, desci da varanda para nosso terreno inundado por mais uma lançante, e peguei um pedaço de cano para medir. Quando voltava para a varanda, após ter passado por sobre uma de nossas gambiarras que nos ajuda a ter luz emprestada de nosso vizinho, ouvi um estrondo e fui jogado ao chão, senti a corrente elétrica me atravessando sem cessar, estava na água, consciente e sentindo o choque, estava sendo eletrocutado. Comecei a gritar desesperado, sabia que estava sozinho e que precisava sair da água. Olhei para a varanda sabendo que precisava chegar até ela.
Não sei como subi. Não sei nem mesmo se subi ou se brotou alguma força interna que me fez vencer o mais de um metro que separa a varanda do solo em um só pulo. Talvez tenha sido arremessado, pois não sei se o galo que possuo foi da queda no quintal ou na varanda.
Fiquei deitado, arfando e jogando a água que bebi fora. As meninas, Sarah e Sophia me olhavam sem nada entender. As forças queriam deixar meu corpo, mas lutei para não perder a consciência.
A perca de equipamento (meu radio comunicador não é a prova d’água), as poucas escoriações, as dores, e o mal estar que sinto, são motivos de louvor. Eu estou vivo.
Louvo a Deus por minhas filhas não me virem se debatendo n’água. Quem sabe qual seria a reação delas.
Peço oração para que possamos adquirir o equipamento necessário para nos livrarmos dessas gambiarras e termos luz estável, tanto em nossa casa, como no projeto. No momento estamos trabalhando de maneira precária, no que diz respeito à energia e a água.
Ainda não consigo entender o que aconteceu. Não consigo fazer piadas, mas espero que logo possa. Só sei que seria ridículo morrer afogado no quintal com o amazonas a porta de casa.
Quanto mais tempo o missionário está vivo, mas tempo ele tem para pregar o evangelho.
Conto com suas orações.
Natan

Nenhum comentário:

Postar um comentário