Bem Vindo

Somos missionários da Igreja Cristã de Nova Vida.
Todos os textos e materiais disponibilizados aqui são de livre reprodução sem prévio aviso desde que não usado de forma comercial.
Desejando entrar em contato use o email: natan.paraguai@gmail.com
Desejando colaborar utilize o Banco Bradesco - Conta 2264-0 Agência 0876-1 Favorecido: Natanael Dias

quinta-feira, 5 de maio de 2011

O Teatro de Bonecos na Igreja - VIII

O Teatro na Igreja e na Escola Bíblica IV
Ainda falando sobre bonecos, é fácil perceber o quão vasto é o universo do boneco  em várias áreas, como as de psicoterapia, fonoaudiologia, educacional, medicina preventiva, entre outras. Abaixo transcrevo o depoimento da fonoaudióloga Ana Lucia Longo.
“Com os recursos da dramatização é possível realizar um trabalho específico, retratando o próprio cotidiano da criança através dos mais variados brinquedos, tipos de fantoches etc. para que se estabeleça o processo inicial da comunicação”.
O boneco como material didático, é de fácil adaptação a realidade financeira da igreja. Pode-se ter bonecos trabalhados e caros, assim como de sucata feito com embalagens de iogurte, por exemplo. Pode-se ainda levar a criança a confeccionar os seus próprios bonecos escolhendo-se o material de acordo com a especialização motora da mesma. Na escolha de material existe,  pelo menos, três aspectos de suma importância:
1.   A faixa etária que estamos trabalhando.
2.   O material em si, quanto a seu aspecto tóxico, táteis, e outros. Assim quanto o risco deste material vir a causar ferimentos, ou mesmo intoxicação em quem o manipula, assim como aos que estão em torno.
3.   O que se deseja extrair ou passar para a criança.
Na confecção dos bonecos, por seus diversos materiais, podemos levar as crianças a enriquecerem seus conhecimentos sobre: superfície; forma; esquema corporal; cor; espessura; tamanho; distância; localização; lateralidade; entre outros.
O aspecto sociabilizante dá-se naturalmente ou com a ajuda do professor/orientador como árbitro, quando a criança começa a sentir necessidade de: esperar sua vez de falar, ouvir o que os outros falam, exprimir seu desacordo com argumentos convincentes.
Usando-o como exemplificação, podemos imprimir na criança noções de certo e errado. Trabalhando todos esses aspectos, estaremos levando as crianças a fazer associações que integram as funções motoras, visuais, auditivas e, táteis.
Na próxima semana voltamos a falar diretamente sobre teatro de bonecos na igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário